Variação #3:

por Israel Fabiano Souza*

Nós, as sectoriais, pensou a morte, somos as que realmente trabalhamos a sério, limpando o terreno de excrescências, e, na verdade, não me surpreenderia nada que, se o cosmo desaparecer, não seja em consequência de uma proclamação solene da morte universal, retumbando entre as galáxias e os buracos negros, mas sim como derradeiro efeito da acumulação das mortezinhas particulares e pessoais que estão à nossa responsabilidade, uma a uma…

In: As intermitências da morte, de José Saramago

As implicações filosóficas da morte

Reli mais uma vez a lista: estava completa. Mesmo assim faltava um. Olhei para um lado, olhei para o outro e nada de encontrar o miserável que me faltava aos olhos. Despachadas todas as almas, fui cuidar de verificar mais atentamente o que havia acontecido. Foi quando vi o senhor lá em cima, no barranco, a olhar para baixo. Não pude acreditar na ousadia daquele ser que insistia em não querer descer. Tive que ir até lá. Num átimo estava eu perto da criatura que havia me tirado do sério e, acreditem, nestes milênios todos que estou a acompanhar o fenômeno vida neste planeta, foram poucas as vezes que conseguiram fazer meu estômago ferver de cólera, salvo os revolucionários e os filósofos: estes sim, são um estorvo à minha pessoa! Continuar lendo

Em breve: Variação #1

variação
s. f.
1. Ato ou efeito de variar.
2. Mudança, modificação.
3. Pop. O mesmo que delírio.
4. Mudança numa ordem de factos.
5. Astron. Desigualdade do movimento lunar.
6. Biol. Aparecimento num indivíduo, ou num grupo de indivíduos de um caráter novo que não pertence tal qual a qualquer dos antepassados.
7. Fís. Mar. Ângulo que faz a agulha magnética com a linha dos polos (declinação).
8. Mús. Ornatos num trecho, de modo a conservar os elementos do tema principal.
9. Gram. Parte variável de uma palavra; flexão.

(Fonte: Dicionário Priberam)

 

Junte todas as definições acima – e suas variantes – àquilo que é literário; àquilo que é da literatura; àquilo que é e que pode  ser literatura. E, a partir desse mote, invista em derivações. Ou melhor: em variações – eis a proposta de AS VARIAÇÕES LITERÁRIAS.

Com variações criativas e textuais, queremos revisitar, como releitura, obras já publicadas. A verossimilhança com a ficção de origem não é fundamental – mas é a base, é o ponto de partida.

Queremos vivenciar  leituras sobre uma obra através de uma forma de escrever. E, assim, homenagear autores e obras, à medida que as releituras literárias-inventivas-ficcionais sejam publicadas.

 

Como colaborar

Aceitamos colaborações que, necessariamente, estejam dentro da proposta acima. As colaborações podem ser realizadas em formato de conto, poesia e, eventualmente, desenhos e fotografias. Todo material deve ser enviado para asvariacoesliterarias@hotmail.com, acompanhado de:

  • título, nome do autor e trecho da obra escolhida como fundamento da sua variação literária;
  • mini biografia do autor que está enviando sua colaboração.

Ao enviar seu texto, você já está de total acordo com a publicação, sem fins lucrativos, do mesmo.

A sua colaboração será recebida com muito entusiasmo. Mas, antes de publicada, passará por uma pequena avaliação e/ou revisão para que constatemos se ela se encaixa nos requisitos de nossa proposta. Em seguida, entraremos em contato com o autor.

Qualquer dúvida, entre em contato pelo email asvariacoesliterarias@hotmail.com